sexta-feira, 21 de julho de 2017

Musculação aqui vou eu!

Cara ragazza!!

Tal como havia dito, num post passado, estou a precisar de dar estímulos novos e completamente diferentes ao meu corpo. Sinto-me exausta da rotina de treinos que tenho feito até hoje e por isso resolvi dar uma oportunidade à musculação... Mesmo sabendo que esta é a melhor ferramenta disponível para nos ajudar a conquistar um corpinho danone, para mim é também aquela modalidade que:
  • Nunca me deixa completamente a pingar - sensação de dever cumprido - como os vídeos do Insanity Workout;
  • Nunca sinto aquele ritmo e divertimento que me faz querer continuar e terminar o treino - porque não tenho um PT aos pulos e aos gritos a puxar por mim;
  • Fico super envergonhada por pegar em pesos - sim, metade da minha mente é do século passado e acredita que musculação é só para homens;
  • Nunca tenho 100% de certezas se estou a executar correctamente o exercício;
Fora isto, adoro musculação e estou super entusiasmada para atingir os meus objectivos! Prometo fazer pontos de situação sempre que ache oportuno! Deixo-vos com o meu plano de treinos de 24 de Julho a 18 de Agosto.  




Wish me luck!

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Sweet Breakfast!

Cara ragazza!!

Apesar de, para mim, viajar ser só a melhor coisa do mundo, regressar a casa não lhe fica nada atrás! Adoro demais a minha rotina, a minha casa, os meus coelhinhos e a companhia da família e dos amigos. Por isso, voltar para o meu cantinho é só a segunda melhor coisa do mundo, logo a seguir às merecidas férias, claro! 😊

Curiosamente, desde que me iniciei na Low Carb High Fat (LCHF), os desejos pelos "maravilhosos" pequenos-almoços de hotel deram lugar a uma imploração (silenciosa) para que pelo menos as opções básicas como: ovos (mexidos, estrelados, omeletes), queijos, salsichas e um ou outro vegetal componham a ementa diária do hotel. Uma vez que pedir este manjar matinal é quase utópico...


Durante as 30 horas da viagem de regresso a casa sonhei com as minhas bowls de todas as formas e feitios! Actualmente, são só a melhor guloseima que provei nos últimos tempos e a melhor parte é que são super saudáveis e nutritivas! Mas, atenção, não deixa de ser uma guloseima... Afinal, o índice glicémico (insulina) irá subir muito mais do que se tivesse preferido uns ovos com queijo e abacate... Ainda assim, e porque um dia não são dias, resolvi devorá-la depois de um intenso e insano exercício físico - Insanity Workout.

I'm back!

Receita:
  • Iogurte natural sem sabores (com ou sem lactose);
  • 1 Banana madura (quase podre) congelada;
>bater/envolver estes dois ingredientes<
  • Mirtilos;
  • Amoras;
  • Morangos;
  • Canela;
  • Chia;
  • Amêndoas picadas;
  • Nozes partidas;
>>Tempo de Preparação: 5 minutos<<
Et voilà!

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Vacations mood...

Cara ragazza!!

Vou só ali sujar o pé na areia branca e dar uns mergulhinhos numas águas quentes e cristalinas e já volto, sim?! Qualquer coisa, não estou para ninguém. Mas calma... eu volto! Se não for logo nos dias seguintes à data do regresso, não se preocupem, estarei apenas a habituar-me à ideia de que os sonhos também têm pernas curtas...


Low-Carb Checked 
Workout Checked 
Packing Checked 
Manicure Checked  
Depilação Not checked 

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Pequeno-almoço low-carb (salgados)...

Cara ragazza!!

Depois de vos ter adoçado a boca com receitas de pequenos-almoços low-carb todos infinitamente deliciosos... Hoje resolvi partilhar sugestões muito mais saudáveis, uma vez que a insulina não sofrerá praticamente alteração nenhuma! <<Segredo para perder peso e sentir-se saciada durante longas horas.>>


Panini é a tosta que amas sem nunca teres experimentado...


Massa:
1 Ovo;
1 Colher de sopa de queijo Philadelphia;
2 Colheres de sopa de queijo ralado;
1 Colher de café de fermento sem glúten;

Preparação:
Bater tudo e levar ao microondas por 3 minutos numa forma/prato de sopa untado.

Recheio:
Queijo;
Fiambre;
Bacon;
Tomate;
Orgãos

O ovo (mexido ou estrelado) com bacon dispensa apresentações... Mas como ambos são fontes de proteína pura acrescento sempre legumes à refeição (para não morrer como o Elvis*). Basta colocar uma folhas de espinafres e uns tomatinhos cereja para o prato ficar prefeito e delicioso!


*Umas das causas de morte do Elvis foi o excesso de porcaria que ele tinha nos intestinos... Acreditem que um intestino feliz é meio caminho andado para a felicidade humana!

Omeletes com abacate, bacon e queijo...


Manter a insulina permanentemente baixa resulta na lipólise (queima das gorduras indesejáveis). Sendo possível o organismo queimar até 500 calorias diariamente. Logo, é natural que comeces a perder peso. Além disso, existem outros mecanismos hormonais, como por exemplo o "Peptídeo Y", que resulta no aumento do grau de saciedade quando consumimos mais proteína e gordura do que farinhas brancas e açúcar.

A ausência de trigo por si só já provoca diminuição do apetite devido à ausência das exorfinas. Por isso, se necessitares de "snacks" deverás optar por alimentos ricos em gorduras e pobres em carboidratos, tais como: as nozes, castanhas e queijo. Isto em situações de emergência, mas eu garanto-te que, com o tempo, estes lanches tornar-se-ão cada vez mais escassos. Porque uma dieta páleo/low-carb diminui a fome naturalmente.


quarta-feira, 5 de julho de 2017

Lua-de-mel I

Cara ragazza!!

O entusiasmo de aterrar, pela primeira vez, num continente novo enche-me a cabeça de novos sonhos por realizar... A to do list cresce há medida que os dias vão avançando, mas, pela primeira vez em muuitos anos, prevejo uma férias super tranquilas! Há quem diga que esta viagem será a nossa "primeira" lua-de-mel e isso aquece-me o coração! Acredito que, de quando em vez, todos os casais deveriam obrigar-se a fugir das suas rotinas e da agitação das grandes cidades para permanecerem durante um período de tempo num paraíso onde lhes seja dada a possibilidade de relaxar e usufruírem da total companhia um do outro. Sem horários, sem despertadores, sem fatos e gravatas e muito menos saltos altos! Só ele e ela... E todas as maravilhas do mundo!




See you in a few days...

terça-feira, 4 de julho de 2017

Pequeno-almoço low-carb (doces)...

Cara ragazza!!

Se, por um lado, é fácil explicar que um estilo de vida low-carb consiste numa alimentação baseada em "bicho e planta". Por outro, é extremamente complicado explicar que é possível continuar a tomar o pequeno-almoço sem recorrer ao pão, aveia, cereais, leite animal e sumos de fruta... É tudo uma questão de mudar os hábitos alimentares que nos têm prejudicado até ao presente, por outros novos! Somos livres para testar tudo o que quisermos com o nosso corpo. Porque se existem mil estratégias para atingirmos o corpo com que sempre sonhámos, então deveremos testá-las todas até encontrar a "fórmula mágica" que sempre procurámos! 

Para os apaixonados pelas pancakes,que tal começar o dia com uma receita das ditas mas totalmente low-carb?! Desta forma, irão manter a insulina muito mais baixa do que o habitual e isso levará à lipólise - queima da nossa própria gordurinha localizada!!!


Massa:
1 Ovo;
1 Banana muuuuito madura;
1 Colher de café de essência de baunilha;
2 Colheres de sopa de farinha de amêndoas;
1 colher de chá de canela; 

Cobertura:
Frutos vermelhos (mirtilos, morangos, framboesas);
Pepitas de Cacau 100%;

Para os que não vivem sem papas de aveia que tal optarem por um versão efectivamente mais saudável? Todavia, tanto esta hipótese como a das panquecas devem ser evitadas ao máximo por quem está tentar emagrecer, caso contrário ficarão surpresos por descobrir que não há NENHUM alimento (mesmo que saudável) que emagreça. O que realmente emagrece é NÃO comer!


Papa:
1 Chávena grande de leite de amêndoas;
2/3 Colheres de sopa de FARELOS de aveia;
Várias raspas de limão;
1 Pau de canela;

Cobertura:
Chia;
Nozes;
Amêndoas;
Kiwi;
Frutos vermelhos;
Pepitas de Cacau 100%;

A low-carb também oferece várias combinações possíveis de bolos na caneca! Desta forma, acabou-se a desculpa de ter que comer um bolo inteiro sozinho, com a desculpa de que se não o fizer irá todo para o lixo... Bolo de caneca é prático e rápido de confeccionar, mas não é para perder o juízo!


Massa:
1 Banana pequena muuuito madura (ou 50 gr de abóbora cozida);
2 Colheres de sopa de farinha de amêndoa;
1 Colher de sopa de açúcar mascavado (opcional);
1 Colher de sopa de manteiha (ou óleo de coco);
1 Ovo;
1 pitada de fermento;
1 pitada de 100% de cacau em pó;
1 pitada de canela (opcional);

Preparação:
2 minutos no microondas ou no forno até crescer!

Para quem não dispensa o seu iogurtezinho matinal, sugiro que o troquem por uma Açaí Bowl! Acreditem que é mais simples e rápido do que imaginam. O meu truque é ter sempre várias porções individuais no congelador. E como assumo esta refeição como um "doce" nunca ingeri a quantidade necessária para encher uma tigela de sopa. A quantidade de um copo de iogurte é o ideal para matar o desejo e a fome!


Açaí:
200 ml de iogurte de amêndoas;
1 Colher de sopa de açaí em pó;
1 Banana muuuito madura congelada;
50g de frutos vermelhos congelados;
1 Colher de café de essência de baunilha;
(perfaz 2 tigelas ou 4 copos de iogurte)

Cobertura:
Chia;
Nozes;
Amêndoas;
Kiwi;
Frutos vermelhos;
Pepitas de Cacau 100%;
(Caso não esteja em processo de emagrecimento poderá colocar 
banana, manga ou outras frutas igualmente adocicadas).

MAS ATENÇÃO: As sugestões acima descritas deverão ser consideradas como excepções da dieta. Logo, a sua degustação deverá restringir-se aos dias em que apetece mesmo, mesmo, uma "guloseima". Afinal, estas refeições continuam a priorizar o "doce"/açúcar, elevando sempre muito mais a insulina do que outras opções... Sugestões de pequenos-almoços 100% low-carb na próxima quinta-feira no blog! 

segunda-feira, 3 de julho de 2017

My packing list...

Cara ragazza!!

Acho importante começar por dizer que nunca me chateou muito "fazer as malas". O entusiasmo da aventura leva a que tudo associado a ela seja prazeroso e divertido. Mas a forte acumulação de milhas, nos últimos anos, tem sido a principal responsável pelo aumento do requinte do packing!

Se o Guidismo me ensinou a praticar o minimalismo, as últimas viagens, com vários quilos disponíveis no porão, provaram que é possível levar a casa em apenas duas malas! Posto isto, pergunto-vos que tipo de viajantes são...



Hoje orgulhou-me de dizer que apesar de me ter sido dada a possibilidade de viajar com uma mala de cabine e duas malas de porão, consegui colocar tudo o que irei precisar na de cabine e em ½ de porão!!! Deixo-vos com a lista de coisas que irei levar em cada mala...

Na minha mala de ombro irá:
  1. Carteira com Cartão do Cidadão, Passaporte, Certificado Internacional de Vacinação ou de Profilaxia, Cartão de Multibanco;
  2. Porta-moedas com 2 phones;
  3. Óculos de Sol e de Leitura;
  4. Kit de Viagem;
  5. Bolsa com os comprovativos das reservas aéreas e do hotel;
  6. Snacks (frutos secos, cacau 74%, queijos, bolachas);
  7. iPad (com séries descarregadas);

Na mochila dele:
  1. Computador;
  2. 2 powerbanks carregadíssimos;
  3. Máquina fotográfica - Fujifilm Premium X10 Noir;
  4. Nécessaire com embalagens inferiores a 100 ml. Onde deverá constar: escova e pasta de dentes, fio dental, escova de cabelo, gel duche, champoo, desodorizante, creme hidratante, creme facial, protector solar, elásticos de cabelo, cotonetes, lâmina e espuma de barbear e, finalmente, o perfume;

Na minha mala de cabine:
  1. Roupa interior + roupa de praia + pijama;
  2. Havaianas;
  3. Bikinis;
  4. Almofada de praia;
  5. Paréo;
  6. Nécessaire com carregadores, adaptadores e balança de malas;
  7. Capas à prova de água para os telemóveis;  


*É fulcral compilar os artigos mais importantes nestas malas para o caso da mala de porão se perder durante as escalas. Não consigo equacionar a ideia de chegar ao destino e não ter nenhum bikini, chinelo e os meus outfits preferidos...

E na mala de porão deverá constar:
  1. Nécessaire com embalagens superiores a 100 ml (+ maquilhagem);
  2. Secador de cabelo;
  3. Bijuteria;
  4. Sapatos extra;
  5. Clutches;
  6. Cesta e chapéu de verga; 
  7. Equipamento de treino (top, calções, ténis e roda);
  8. Um ou outro trapo (meu e dele) que não coube na mala pequena;
  9. Um casaquinho;
  10. Máscara de snorkeling;
  11. Livro Estado de Pânico, Michael Crichton
O segredo para uma viagem feliz começa logo pela sua preparação! Para a última da hora só deverá ficar os cuidados de beleza (depilação, manicure, pedicure, etc.). Faço questão que os dias anteriores às férias sejam os mais rotineiros e tranquilos possíveis. Uma coisa que me ajudou a poupar imenso tempo no momento de fazer as malas é ter sempre os nécessaires de higiene pessoal prontos! Acreditem que vale a pena fazer o investimento de ter tudo a dobrar! A próxima aquisição que me poupará alguns cabelos brancos é um secador de cabelo novo, assim o antigo nunca mais sairá da mala!

Outra coisa que tenho sempre pronta é a bolsa dos carregadores, adaptadores e balança de malas; o kit de viagem; a bolsa com os passaportes e os planos de vacinação e a máquina fotográfica. Logo, o que fica a faltar colocar é roupa, sapatos e os objectos que uso diariamente!

Percebem agora porque demoro no máximo uma hora a preparar todas estas malas?! Porque o chato e demoroso é lavar, estender e passar a roupa que se quer levar! Isso sim, pode demorar várias horas/dias! 

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Last call to heaven...

Cara ragazza!!

Porque hoje é seeeexta-feira, estamos no verão e toda a gente já só pensa nas férias resolvi colorir ainda mais o vosso dia com algumas fotografias do meu próximo destino!! Falta apenas uma semana para o grande dia e já não não caibo em mim de excitação!

O chato do "packing" já está a ser tratado, porque eu não sou pessoa de deixar tudo para a última da hora e depois esquecer-me de 50 mil coisas em casa... Mas sobre isso falarei no próximo post! Acredito que tenha boas dicas para partilhar convosco sobre o que levar, onde e porquê?
The final countdown...

See you soon!

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Bicho e Planta

Cara ragazza!!

Sou aquela pessoa que precisa e se impõe desafios novos constantemente para testar os meus próprios limites... Gosto de observar os resultados do esforço que só dependeu de nós para os atingir, como é o caso da dieta e dos treinos. Adoro a sensação de poder que tenho de começar um desafio novo e levá-lo até ao fim. Em última análise, este exercício ajuda-me a aprender a controlar o corpo e a mente, mostrando-me que, na maioria das vezes, sou mais forte e capaz do que previa inicialmente...

A duas semanas das merecidas férias resolvi subir a fasquia e propus-me a:
  • Manter os treinos bi-diários de segunda a sexta-feira;
  • Fazer um "bicho e planta". 

O "bicho e planta" já é a base da minha deita, mas para secar um bocadinho mais resolvi cortar completamente no chocolate (70% cacau), no queijo, nas natas, no leite de amêndoas e ainda reduzi o consumo de fruta para apenas uma peça por dia. Até agora so far so good!


A quem possa interessar, segue uma lista dos alimentos "permitidos" num bicho e planta:

Se queres saber mais sobre a Low Carb High Fat 
sugiro que sigas a nutricionista Lara Nesteruk!

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Avaliação Corporal

Cara ragazza!

Quem me segue no instagram tem acompanhado as minhas idas ao ginásio, a estabilização do meu peso e ainda a minha preocupação em entender os resultados dados pela balança. Importa referir que não vivo obcecada com o "peso", mas sim com o percentual de massa gorda/magra, percentagem de músculo e água corporal total... Por ficar aflita por não saber interpretar muitas vezes estes valores resolvi deixar aqui a minha avaliação corporal, para daqui a uns meses comparar os resultados atingidos.

No site "Tua Saúde" coloquei os meus dados e deu-me o IMC (Índice de Massa Corporal):


IMC: 18,4%
Peso: 52,6 kg
Idade: 29
Altura: 1,69 m
% Gordura Corporal: 19,5%
Massa Gorda: 8,9 kg
Massa Magra: 39,2 kg


Depois para perceber o que significava os 60,2% de TBW (Total Body Water) e encontrei a seguinte tabela aqui que me ajudou nessa tarefa:

Os meus valores de TBW tendem a oscilar entre os 55% e os 60%...

Para me ajudar a descobrir o meu Gasto Calórico Diário e Metabolismo Basal fiz as contas aqui. Deu-me o seguinte resultado:


Para não deixar o trabalho a meio ainda quis aprender a calcular a minha Percentagem de Gordura Corporal. No site "Emagrecer de Vez" aprendi como fazê-lo... 
Mulheres:
  1. Tire a medida da sua circunferência abdominal no ponto mais fino da sua cintura e também do seu pescoço logo abaixo da laringe (abaixo do pomo de Adão).
  2. Meça sua altura em centímetros, ex: se você mede 1.70, sua altura aqui é 170cm
  3. Meça seu quadril na parte em que ele tem as maiores medidas. 
Digite exactamente esta fórmula numa calculadora científica:

  • 163.205*log(abdómen + quadril – pescoço) – 97.684*log(altura) – 104.912
163.205*log(70 + 92 – 19) – 97.684*log(169) – 104.912 = 29,22%


Assim que regressar de férias pretendo mudar totalmente a minha estratégia de treinos. Sinto-me a precisar de novos estímulos e rotinas de exercícios completamente diferentes. A musculação irá substituir o plano de treinos Insanity Workout, uma vez que "secar" deixou de ser o meu objectivo. "Definir" vai ser a palavra de ordem, e para me ajudar nesta tarefa pretendo manter a dieta low carb high fat/cetogénica. Há muito que esta estratégia alimentar deixou de ser uma "dieta" para se tornar num estilo de vida... Afinal, aqui a je não quer ficar um "touro", para isso já basta o signo... 

Até às próximas férias (que se tudo correr bem serão em Dezembro) 
conto ter o corpo pelo qual tenho trabalho e lutado. #nãoháfórmulasmágicas 

terça-feira, 20 de junho de 2017

Vacinas e Consulta do Viajante

Cara ragazza!!

Quantos sortudos estão de malas e bagagens prontas para o paraíso, mas continuam completamente distraídos quanto aos cuidados a ter por essas paragens? Por esse motivo resolvi compilar várias informações que considerei úteis para uma estadia tranquila e prazerosa no teu destino de sonho.


Antes de mais, sugiro que digites aqui o destino para onde pretendes viajar. Mas só deverás abandonar o site depois de teres lido atentamente os "Conselhos aos Viajantes". Existem pontos que por serem demasiado óbvios são muitas vezes subestimados por nós... Por isso, reserva 20 minutinhos do teu dia para leres e aprenderes o máximo possível.

Os meus apontamentos pessoais:
  • Nos países não pertencentes à União Europeia e onde não exista representação consular portuguesa, pode solicitar auxílio junto das Embaixadas e Consulados de outros Estados Membros da União Europeia. 
  • Atempadamente verifique se necessita de visto para entrar no(s) país(es) de destino.
  • Atempadamente informe-se se o país que vai visitar exige a apresentação do certificado internacional de vacinação contra a febre amarela. A vacinação contra a febre amarela deverá realizar-se com uma antecedência mínima de 10 dias antes da viagem e tem uma validade de 10 anos;
  • Caso de desloque a um país de clima tropical ou com doenças endémicas, efectue antecipadamente, 6 a 4 semanas antes da partida, uma consulta de Medicina das Viagens;
  • Informe-se, com antecedência, quanto a eventuais cuidados de saúde especiais, como vacinação ou outras precauções especiais;

Tomaste nota da importância dada à questão da "saúde"? Informa-te o máximo possível sobre os cuidados a ter antes e durante a viagem. No meu caso, por exemplo, consegui poupar 50€ na "Consulta do Viajante" acabando por os investir em bikinis extra! 

Passo a explicar... O facto de ter deixado a questão das vacinas e Consulta do Viajante para a "última da hora" (um mês e meio antes), resultou que só tivesse possibilidade de agendar uma consulta num hospital privado... Moral da história, informaram-me ao telefone que a consulta do viajante teria um custo de 50€, mais 3€ para um enfermeiro me administrar as vacinas, e ainda o custo individualizado por cada vacina que necessitasse... Por exemplo, a que eu precisava era a da Febre Amarela, então o total das despesas iriam rondar os: 73€. Agradeci e desliguei o telefone. Precisava de um plano B. 

Resolvi ligar para o Centro de Saúde de Sete Rios para saber se alguém me poderia dar a vacina. Informaram-me que sim, que o serviço abriria às 9 da manhã e que se eu quisesse ser das primeiras a ser atendida para chegar mais cedo e tirar senha. O custo seria apenas o valor da vacina - 20€. Só precisava de comparecer com uma prescrição médica da vacina, solicitada à médica de família no balcão do Centro de Saúde - custo do pedido: 5,50€ sem precisar de faltar ao trabalho! 

Dois dias depois, e um pouco antes das 9:30, estava pronta e saía com o documento "amarelinho" oficial que me permitirá entrar no país sem qualquer problema - Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia.
















 Depois deste piqueno stress pré-viagem, agora tenho tentado ler o máximo de informação possível sobre os cuidados a ter durante a minha estadia na ilha.

Deixo-vos com alguns conselhos que considero importantes:

  • Recomenda-se ao viajante que disponha de informações relativas à sua história clínica, tais como o grupo sanguíneo, alergias, estado cardíaco, medicamentos que toma regularmente ou indicação de qual a substância activa dos mesmos (dado que as respectivas designações comerciais variam). Há vantagem em viajar com o seu boletim de vacinas.
  • A apresentação dos certificados de vacinação é, por vezes, solicitada. A profilaxia da malária é recomendável. 
  • Evite consumir alimentos crus ou mal cozinhados e beber água não engarrafada. 
  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabão, principalmente antes das refeições e após utilizar o banheiro. Na impossibilidade de lavagem das mãos utilize álcool gel;
  • Utilize sempre roupa leve mas comprida e repelente de insectos, para evitar picadas de mosquitos ou, nalguns parques, de moscas tsé-tsé (doença do sono). 
  • Utilizar insecticida nos dormitórios;
  • Não tome banho em rios ou lagos de água de doce, devido à presença de parasitas na água. 
  •  Os níveis de infecção pelo HIV atingem cerca de 6% da população adulta, pelo que deverá tomar particulares precauções. 
  • É aconselhável a realização de um seguro de saúde completo.
Queria apenas salientar o seguinte... Ainda não saí de Portugal e já estou toda mordida pelas melgas... Prevejo o pior, pessoas. Prevejo o pior...

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Summer loading...

Cara ragazza!!

Serei a única a sonhar com as férias de verão que se aproximam?! 



A eterna excitação, durante a contagem decrescente, funciona como um boost de energia extra numa rotina que se leva calma e tranquila. Agora, todos os minutos livres passaram a ser dedicados aos preparativos da viagem e esse mood transporta-me para o destino escolhido, mesmo quando nunca lá tenha estado...

Quem, como eu, devora guias de viagem é natural que o efeito surpresa nunca se compare ao do companheiro... Todavia, mesmo que eu continue a dedicar várias horas de leitura em busca dos must to do no paraíso, as cores "pantone", os cheiros e os sabores nunca poderão ser experienciados apenas através das palavras escritas...

Amanhã conto partilhar convosco algumas dicas sobre a preparação desta viagem, fiquem atentas!
#milesaddict

terça-feira, 30 de maio de 2017

Telhados de vidro, quem não os tem?

Cara ragazza!!

<<Preparem-se que isto hoje vai ser polémico!>>
(Depois não digam que não vos avisei...)

Escrevo-vos depois deste fim-de-semana o assunto em questão ter sido LI-TE-RAL-MEN-TE a gota de água.

Por diversas vezes, demasiadas até, tentei disfarçar o desconforto de certas perguntas com gargalhadas, silêncios ensurdecedores, fingir-me surda e até dar-me ao trabalho de enumerar argumentação sincera e lógica para mim (uma vez que se trata de um assunto sem respostas "certas" ou "erradas"). Afinal, cada um sabe de si e Deus sabe de todos, verdade?!

Todavia, nem sempre é isso que acontece... Ou eu não vivesse rodeada de pessoas que carregam consigo o direito e o dever de pregar aquilo que é a sua realidade aos outros. E espasmem-se! A maioria delas nem moral têm para abordar o assunto, mas isso não as inibe de libertarem os leões e ficarem a assistir à matança até ao fim.

Para quem ainda está longe dos 30 (falta uuummm!), não tem namorado certo, nem vive com ele há vários anos (basta 2/3 anos), ainda não atingiu a estabilidade financeira e uma vida plena e tranquila, talvez ainda não tenha adivinhado o tema do post. Mas eu dou uma ajuda - "ENTÃO NUNCA MAIS TENS FILHOS?"

Se alguém desse lado tiver encontrado a resposta certa para esta NÃO-pergunta, mas atenção, porque tem que ser um argumento que possa ser empregue em qualquer circunstância e dirigido a qualquer ser (des)umaninazado. Para ser perfeita só se for mesmo "curta e grossa"! Acreditem que vos ficaria eternamente grata!

Algumas das frases que retive do fim-de-semana que passou:
  • "Uau! Estás tão gira e fit! Já tinhas um filho!" --> Pergunto-me porque é que mesmo de forma (in)consciente um elogio poderia terminar de uma forma tão maldosa?! Porque será que a minha geração com filhos crê-se autoridade reguladora da natalidade dos demais? 
Afinal, eu nunca sugeri o aborto a alguém depois de saber da boa-nova. Mais, nunca ninguém me bateu à porta ou ligou a perguntar se deveriam ou não ter um filho. Então se a minha opinião nunca foi importante para avançarem com essa decisão porque raio os mesmos pares agora me massacram com o assunto?! Se querem mais filhos que os tenham eles! O primeiro é o que custa mais, verdade?! Então, força, o segundo vai ser cagada! Se a maternidade é mesmo a última coca-cola do deserto que continuem a engordar a vossa vida, repito A-VO-SSA-VI-DA!
  • "Já me davas um/a sobrinho/a para brincar com o/a...". Será que alguém acredita que um dia uma pessoa vai resolver ter um filho só para não viver com a consciência pesada de ver o sobrinho brincar sozinho?
  • À minha pergunta: "Novidades?" Resposta: "Então, quando tens filhos?" Silêncio envolto em gargalhadas. "Se tiveres daqui a dez anos, na escola do teu filho vão dizer que és a reformada..." --> Posto isto, pergunto-me porque raio alguém com uma irmã (quase da idade da minha mãe e sem filhos) e com 3 filhas (nenhuma delas sem filhos), inclusive uma delas mais velha que eu!!! Depois do choque, perguntei-me onde é que esta senhora tem moral para abordar este assunto? 
Regressei a casa a pensar se realmente alguém que tece este tipo de comentários poderá estar consciente que há por aí muitas mulheres, ao contrário de mim, que sofrem horrores por estarem expostas a tratamentos de fertilidade há vários anos! Ninguém, no seu estado normal, partilhará numa conversa de circunstância os momentos mais penosos a que está sujeito, principalmente a alguém tão insensível e insensato! 

Posto isto, vamos parar com estas perguntinhas, sim? Ah! E perguntinhas sobre casório também não são bem vindas, boa?!

A gerência agradece!
JM

quinta-feira, 23 de março de 2017

Colesterol - o (falso) vilão IV

Cara ragazza!!

Em jeito de despedida do assunto colesterol, acredito que seja importante perceber quais são afinal as causas das doenças cardiovasculares?

Infelizmente, a ciência ainda não evoluiu o suficiente para nos responder de forma curta e concisa a esta dúvida. Por ser tratar de um assunto tão complexo e multifatorial, torna-se impossível responsabilizar apenas o colesterol pelas doenças cardíacas. Afinal, depois de tudo o que foi dito até agora, fica claro perceber que na maioria dos casos, o colesterol "alto" não foi o principal responsável pelos episódios cardiovasculares. Mas sim a conjugação destes vários factores:
  • Tabaco;
  • Doenças inflamatórias crónicas;
  • Doenças auto-imunes;
  • Sedentarismo;
  • Obesidade;
  • Poluição;
  • Stress;
  • Diabetes (diabéticos tendem a ter os valores de LDL mais baixo e consequentemente tende a ser mais propensos a acidentes cardiovasculares e morrem mais do coração);



Posto isto, a partir de agora, o ideal será sempre prestar atenção a todos os indicadores mencionados acima, antes de culpabilizar o pobre coitado do colesterol por todos os ataques cardíacos que as pessoas sofrem. Uma vez que colesterol não é doença, ao contrário do tabagismo, obesidade, diabetes, etc e tal... Mas para quem ficou curioso de ver o Dr. Souto ao vivo e cores a explicar todos estes pontos, sugiro que cliquem neste vídeo.


Os mais curiosos não deverão perder os seguintes posts do Dr. Souto:

O que fazer no caso da Low-Carb aumentar o colesterol: 
  1. Remova o "café blindado" da sua dieta - O "café blindado" é composto pela adicção do óleo de coco, natas ou manteiga à xícara de café.
  2. Troque algumas gorduras saturadas por monoinsaturadas - Gorduras monoinsaturadas, tais como as encontradas no azeite, abacates e castanhas, podem ter efeitos redutores de colesterol se comparadas às gorduras saturadas.
  3. Abandone a cetose e coma mais comidas de verdade ricas em fibrasApesar de a cetose poder ter muitos benefícios incríveis, ela definitivamente não é para toda a gente. Outras maneiras de se baixar os níveis de colesterol incluem comer comidas ricas em fibras solúveis ou amido resistente, e tomar um suplemento de niacina.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Colesterol - o (falso) vilão III

Cara ragazza!!

Quem já se cansou do tema colesterol? Infelizmente, ainda não poderei ficar por aqui, porque é importante não deixar de alertar para os perigos dos valores (verdadeiramente) altos de colesterol no sangue... E como reverter de forma natural essa situação no organismo. 




Num outro podcast dedicado ao tema, o Dr. Rodrigo questiona o Dr. Souto sobre os valores de um leitor do blog: low carb há 5 meses, com Colesterol Total 424, HDL 60, LDL 338 e triglicerídeos 130. Importa referir que o médico deste paciente constatou que o leitor sofre de uma doença chamada dislipidemia hereditária familiar. No caso dele, é o número 3 (grave) e como tal terá que tomar medicamentos para o resto da vida, para baixar o colesterol. 

Posto isto, o Dr. Souto pergunta-se se é mesmo necessário realizar um dieta low carb high fat uma vez que o leitor não pretende perder peso. Indicando que se o objectivo é pura e simplesmente aumentar a saúde, bem-estar e longevidade, o mais apropriado para ele é seguir uma deita paleo. No fundo, se ele não é diabético nem sofre com excesso de peso então não se justifica uma restrição tão severa dos carboidratos. 

Porém, uma vez que o colesterol está fortemente associado ao consumo de gorduras ele obriga-nos a reflectir sobre o termo “high fat”. Começa por dizer que alguns autores da língua inglesa adoptaram uma nova designação  de  “LCHF” trocando o High pelo Healthy, resultando em “Low Carb Healthy Fat” – ou seja, baixo carboidrato e gordura saudável. E eu não poderia estar mais de acordo.  

O “high fat” que nós traduziríamos como “alta gordura” às vezes acaba sendo interpretado de uma forma pouco adequada. Uma dieta de baixo carboidrato será high fat quando comparada com a quantidade de gordura na dieta que a maioria das pessoas faz. Uma vez que a maioria das pessoas come tudo desnatado, procura as versões com restrição de (ou sem) gordura, tira a pele do frango, come apenas a clara do ovo. A maior parte das pessoas que busca isso acha que está fazendo bem para a sua saúde... 

A dieta que propomos aqui é uma dieta high fat (de alta gordura). Mas muita gente interpreta “high fat” como “quanto mais gordura melhor”. “Se um pouco de uma coisa é bom, muito dela deve ser melhor...”. E Isto normalmente não é verdade. Uma vez eu atendi um casal no consultório. Os dois queriam fazer uma dieta low carb para perderem peso. Então, eu os orientei nesse sentido. Dois meses depois, os dois retornaram e tinham perdido peso. Normalmente, o homem perde mais peso do que a mulher, como aconteceu naquela situação. A mulher disse: “Doutor, eu acho que ele está exagerando na gordura.” Eu perguntei: “Porquê?” Ela disse: “Quando vamos comer uma picanha, eu corto fora a capa de gordura, porque eu não gosto. Ele come a picanha dele com a capa de gordura e come a capa da minha picanha também.” Eu disse para ele: “Eu acho isso realmente um exagero.” A capa de gordura pura não tem uma alta densidade nutricional. Aquilo é só gordura. Aquilo seria como comer manteiga ou beber azeite. Não tem muito sentido comer gordura pura – seria como consumir exclusivamente calorias sem muitos nutrientes. É diferente de comer a carne (que tem uma densidade nutricional altíssima) e comer as gorduras entremeadas nas fibras da carne, mesmo que eu tire a capa grossa de gordura. A resposta do marido desse casal foi: “Mas o senhor disse que podia comer gordura.” Ele tinha entendido que quanto mais gordura, melhor. 

Nisso a genética manda: tem pessoas que podem comer quantidades muito grandes de gordura e mantêm seus lipídeos normais e mantêm o colesterol em níveis aceitáveis. Já outras pessoas, se consumirem uma quantidade grande de gordura vão poder desenvolver um quadro de dislipidemia como esse. Para dizer que isso é uma hipercolesterolemia familiar, teria que saber desse nosso ouvinte se o colesterol dele já era assim antes dele fazer a dieta. Pela pergunta, tenho a impressão de que não. Se ficou assim depois, não tem cabimento resolver isso com remédio. O ideal seria modificar sua dieta para resolver o problema. 

Sim, 400 de colesterol é um problema. Nós já falamos que o colesterol total isoladamente não é uma métrica importante. Ele praticamente não tem valor preditivo no que diz respeito a doenças cardiovasculares. Temos que avaliar o colesterol total junto com o HDL e com os outros marcadores. Se uma pessoa tem 230 de colesterol total e 70 de HDL, ela não precisa fazer nada para baixar seu colesterol porque a relação entre colesterol total e HDL (um dividido pelo outro) está excelente. Uma boa parte da “elevação” do colesterol total da pessoa é às custas do HDL, que é uma coisa boa. Se a pessoa tivesse 180 de colesterol e um HDL de 30 estaria num risco cardiovascular muito maior do que uma que tem 230 e HDL de 70. Então, é comum numa dieta low carb que a pessoa tenha uma elevação do colesterol total concomitantemente a uma elevação do HDL. Isso é até uma evolução favorável. 

Obviamente, isso não se compara com a situação desse nosso ouvinte que está com 400 de colesterol total, e 300 e tantos de LDL. Isso é sim um fator de risco cardiovascular. Isso não pode ficar dessa forma. Mas eu repito: se não era assim antes, por que ele teria que tomar remédio o resto da vida? 

Nestas situações, o Dr. Souto sugere o seguinte:
  1. Descobrir se o “high fat” não está sendo sobrevalorizado no sentido de ele estar a consumir mais gordura do que o recomendável, acrescentando mais gordura além da gordura natural dos alimentos. 
  2. Se efectivamente se prova que ele tem tendência familiar (hereditária) a dislipidemia, ele deverá fazer modificações nos seus hábitos alimentares. Tais como: evitar a gordura das carnes gordas, diminuir a quantidade de bacon, banha, manteiga ingeridas. Priorizar o consumo de peixe (salmão e sardinha), frutos do mar, nozes, castanhas, abacate, azeite, e outras gorduras insaturadas.

Apesar dos alimentos mencionados acima possuírem altos níveis de gordura, são todos eles gorduras saudáveis. A tolerância alimentar de cada indivíduo é que irá indicar quanto uma pessoa pode consumir determinada gordura sem nunca desenvolver uma alteração nos lipídeos. Alguém que desenvolve uma dislipidemia com 300 de LDL e 400 de colesterol total não pode comer a quantidade de carne gorda que talvez outras pessoas possam. Isso não significa que a pessoa tenha que abandonar uma dieta low carb. Significa que ela tem que fazer uma dieta low carb com gorduras saudáveis (healthy fats). As mono insaturadas e as insaturadas presentes nos alimentos tendem a ajudar nesse sentido.